03 Mitos sobre alimentação infantil – Conheça!

Voltar para Blog
Não comer fruta com casca - Mito

03 Mitos sobre alimentação infantil – Conheça!

Postado Por: Gleide Selma Categoria: Bebê, Destaques, Mãe 0

Mamãe, tire suas dúvidas sobre alimentação infantil – Conheça alguns Mitos

 

Conheça 03 Mitos sobre alimentação infantil. Ter uma alimentação saudável é de extrema importância em qualquer idade, pois auxilia diretamente no desenvolvimento fisiológico, manutenção da saúde e bem estar do indivíduo.

Durante a infância, o valor dessa alimentação adequada e saudável se torna muito maior, pois as crianças se encontram em fase de intenso crescimento e desenvolvimento.

A partir dos seis meses de idade, a introdução da alimentação complementar aproxima progressivamente a criança aos hábitos alimentares de quem cuida dela e exige todo um esforço adaptativo a uma nova fase do ciclo de vida, na qual lhe são apresentados novos sabores, cores, aromas, texturas e saberes.

O grande desafio dos pais, familiares e cuidadores é conduzir adequadamente esse processo, em que não se sabe o tipo, a consistência e a forma de alimento que deve ser ou não oferecido às crianças para suprir as necessidades nutricionais.

Outros desafios surgem quanto à manutenção dessa alimentação adequada e saudável conforme o avançar da idade das crianças, pois existem diversos mitos sobre o tema, o que dificulta bastante a escolha dos alimentos.

Para esclarecer as dúvidas sobre a alimentação infantil, a Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde esclarece alguns mitos sobre o tema.

 

Mitos

 

1 – Crianças precisam realizar três refeições por dia 

 

Segundo as recomendações do Guia Alimentar para Crianças Menores de Dois anos, a criança que é amamentada deve receber, segundo sua idade, diferentes refeições ao longo do dia, considerando a consistência e quantidade adequadas.

O passo três do guia traz que após os 6 meses, a criança deve receber alimentos complementares (cereais, tubérculos, carnes, leguminosas, frutas e legumes) três vezes ao dia, se estiver em aleitamento materno.

 

2 – As frutas e verduras são prioridade no cardápio infantil 

 

 

A alimentação das crianças deve ser variada, colorida, considerando os diferentes grupos de alimentos.

Segundo o passo 6 do Guia Alimentar para crianças menores de dois anos, a criança deve receber diferentes alimentos ao dia, pois uma alimentação variada é uma alimentação colorida.

As frutas e verduras são importantes fontes de vitaminas e minerais, que nessa fase de crescimento e desenvolvimento são essenciais, principalmente para evitar as carências nutricionais.

No entanto, não podemos esquecer das carnes, como fontes de proteínas e ferro, e dos cerais, tubérculos e leguminosas como fontes de carboidrato, vitaminas e minerais também.

O mais importante de tudo, é que a alimentação da criança, assim como da família, deve ser baseada em alimentos que fazem parte da sua cultura alimentar e que preferencialmente sejam da época e cultivados localmente.

 

3 – É melhor o bebê comer frutas sem casca – Mito

 

A fruta, quando consumida com a casca, possui maior quantidade de fibras e nutrientes. A pectina da maçã, por exemplo, só é ingerida quando se come a maçã com a casca. Mas, vale ressaltar que frutas e verduras produzidos nas formas de cultivo tradicional possuem resíduos dos agrotóxicos e estes ficam concentrados nas cascas. Por isso é bom dar preferência a alimentos orgânicos . Toda fruta deve ser muito bem lavada antes do seu consumo, principalmente na infância.

 

Fica a Dica:

 

A família é a principal responsável pela formação do hábito alimentar da criança, então os pais devem ser o exemplo.

É fundamental manter uma rotina de refeições saudáveis. E garantir que em casa sempre estejam disponíveis alimentos nutritivos e saudáveis, pois não é a criança que determina as compras.

 

Fonte: Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição-CGAN/DAB/SAS / Blog da Saúde

 

Cardápio para bebê de 06 meses

 

 

 

Compartilhar Post

Voltar para Blog